Sobre um antigo livro e lembranças

Enquanto pensava sobre o que poderia postar no blog, entrei no meu flickr e percebi que não havia compartilhado algumas fotos com vocês. Então aqui estou para falar sobre um antigo livro e algumas lembranças (:

1

Li A Hora do Amor pela primeira vez em 2010 por causa da escola e foi um dos poucos que guardei porque realmente gostei. Mas o coitado tinha sido esquecido até um amigo me fazer lembrar a história. E que história boa e leve. Reli em uma madrugada só ^^

2

(2010: tudo bem, não é tão antigo, mas considerando que veio de um sebo, posso chamá-lo assim)

3

4

Uma pessoa muito amor, vulgo Rafaela Ivo ou borrachoyloco, me disse que existe continuação da história. Pirei. Surtei. O triste é que o dono do sebo onde eu esperava achar os livros deixou um recado na porta: “Volto logo!”.  E como estava com pressa, o “logo” parecia uma eternidade. Mas não desisti ainda ^^

5

O desejo por uma câmera Polaroid –ou algo similar, como uma instax mini- é grande, mas como não possuo, tenho que fazer o que posso :c Ou seja: colocar a bordinha e o efeito no computador e depois mandar revelar. (pra quem perguntou como eu fiz, aqui está a resposta heh).

6Não contente em só revelar as fotos e guardar em alguma gaveta qualquer de casa, resolvi fazer um varalzinho pra decorar meu quarto (clique aqui para ver a foto!) Essa é uma boa dica pra quem quer mudar seu cantinho e não gastar muito (;

7

Agora me contem o que acharam nos comentários! Quem ai já leu o livro? Quem tem uma Polaroid ou instax? Beijos!

15 comentários sobre “Sobre um antigo livro e lembranças

  1. que fotos lindas *-* meu sonho também é ter uma Polaroid ou Instax, mas… haha.
    amo seu blog, flor, é fofura demais😀
    beijos :*

  2. Amei essa “solução” pra quem não tem uma polaroid! Vou testar com certeza rsrsrs… Super delicado!

    Não conheço o livro, mas me interessei bastante! Adoro novas leituras🙂
    Se encontrar a continuação dele, não deixe de nos avisar!

    • é isso mesmo. O ato de revelar não requer somente de fotografias analógicas, feitas com cameras analógicas, se levar o pendrive eles irão revelar os arquivos difitais, que seria mesma coisa que pedir a foto impressa (do tamanho que desejar) daquele arquivo digital. O dificil mesmo é achar esses lugares agora. hahaha

  3. Que ideia ótima! E um varal é sempre uma ótima ideia. Eu uso um, mas não só para fotos. Eu sou a dona das tranqueiras, meu mural vive lotado, então o varal foi uma boa solução hehehehhehe Só uma última coisa, qual o tamanho dessa sua revelçao?

  4. O livro parece ser de uma fofura só, ainda não li😦 Na internet você não achou esse outro livro? tem um site que vende monte de livro antigo, não me lembro o nome, é algo tipo ‘estante virtual’… espero que ache (yn) e adorei as fotos polaroids, o que vale é a intenção haha tambem queria uma instant, quem sabe um dia aí. beijos fofa, feliz natal pra ti!

  5. Adorei o post! E não apareceu no post como você faz pra colocar as bordas como se fossem tiradas numa polaroid. Poderia me dizer como fazer? Obrigada.
    Ps: Acho tão fofo teu blog, assim como você (((:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s